Sugestões de Leitura > Médicos Portugueses no Brasil



Governo brasileiro considera facilitar entrada de médicos portugueses e espanhóis


LUISA BELCHIOR
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE MADRI

O governo brasileiro já considera facilitar a entrada no país de médicos estrangeiros, sobretudo de Portugal, para suprir o déficit de profissionais no setor.
Portugal e Espanha vêm pressionando o Brasil de maneira formal e informal para que flexibilize o reconhecimento do diploma de médicos de seus países. O tema será discutido hoje entre ministros brasileiros e espanhóis em reunião paralela ao encontro que a presidente Dilma Rousseff terá com o premiê do país, Mariano Rajoy.
O ministro Aloizio Mercadante (Educação), que participará da reunião, disse ontem em Madri a jornalistas brasileiros que a importação de médicos é uma das principais saídas vistas pelo governo para aumentar o número desses profissioais no país.
"Sempre a melhor opção é formar médicos aqui dentro, mas o Brasil está atraindo muita mão de obra qualificada e isso nos interessa. Porque se tardam seis anos em formá-los e o país tem deficiência de médicos", disse o ministro.
Embora, segundo Mercadante, o governo esteja criando 1.600 novas vagas em faculdades de medicida nas universidades federais, a importação desses profissionais pode suprir uma demanda mais urgente.
Hoje, o Brasil tem um índice de 1,8 médico por cada 1.000 habitantes. Na Espanha, este índice é de 3,5. A meta do governo brasileiro é alcançar, até 2020, um índice de 2,5 médicos por habitante.
O governo está avaliando cerca de 900 diplomas de estrangeiros. No ano passado, apenas 10% dos avaliados foram aprovados. 

Fonte: Folha de São Paulo 19 Nov 2012
0 Responses

Postar um comentário