Perigo na Zona do Euro




A verdade é que a adoção de uma moeda única tornou a vida mais difícil para os europeus. Países muito desiguais e que têm dificuldades em controlar seus orçamentos ( Grécia, Portugal, por exemplo ) foram convidados pelos ricos ( Alemanha, França ) a participar da mesma família. Estes últimos esqueceram-se que Portugal já chegou a 9.4% do PIB em déficit orçamentário e a Grécia, desde o fim da ditadura, nos anos 70, só gastou dinheiro em defesa e cada partido que ganhava monopolizava o estado criando milhares de empregos ( ou melhor, cabides de ).
Portugal já está tentando se mexer, anunciando aumento de impostos e corte de salário de servidores e políticos e, na Grécia, a população vai às ruas para demonstrar descontentamento com o pacote de arroxos denominado "choque e pavor".
Angela Merkel, da Alemanha, não aguentou e teve que admitir esta semana que o Euro está em crise e que se ele fracassar, a União Europeia entrará em colapso, também. A revista The Economist foi mais além e chegou a declarar a chance de o Euro chegar ao fim em um futuro não muito distante.

Nosso Debate: Qual o futuro da União Europeia? Irá levantar-se, sacudir a poeira e se tornar o Grande Bloco Econômico que intencionava ser?

0 Responses

Postar um comentário